Vol.
42

126
2016

Estrutura setorial e distribuição de ocupações nas regiões brasileiras, 2006-2011

Adelar Fochezatto

Resumen

Na literatura regional recente se observa um interesse crescente no uso de informações de emprego por tipo de ocupação. Isso se deve ao surgimento de uma nova economia ancorada em tecnologias que permitem uma maior flexibilidade na organização da produção, resultando em uma separação de funções em diferentes espaços geográficos e uma maior fragmentação da produção. As empresas podem alocar suas atividades de pesquisa, inovação e desenvolvimento em algumas regiões e as atividades mais rotineiras em outras, resultando em especializações funcionais regionais. Nesta pesquisa, pretende-se verificar as diferenças entre as estruturas de emprego por ocupações nos estados brasileiros em relação à média nacional. Os resultados encontrados mostram que as diferenças são significativas, principalmente em ocupações mais intensivas em conhecimento. Essas informações indicam que as tradicionais estratégias, baseadas apenas em setores ou empresas, podem ser insuficientes para a promoção do desenvolvimento regional.


Palabras clave
economia regional; concentração espacial; mercado de trabalho

Texto completo: ] PDF (Português (Brasil)) [ ] HTML [
Fochezatto, A. (2016). Estrutura setorial e distribuição de ocupações nas regiões brasileiras, 2006-2011. Revista EURE - Revista De Estudios Urbano Regionales, 42(126).